Informações Cantilever

Mais informações técnicas sobre o Cantilever

O sistema de armazenagem do tipo Cantilever é uma solução que vale-se da altura do local, maximizando de forma significativa o aproveitamento volumétrico de um determinado lugar através do adequado armazenamento de peças específicas.

A capacidade de carga máxima do Cantilever é dimensionada de acordo com as necessidades específicas de uso de cada cliente, sendo que estas estruturas podem se fazer acompanhar de acessórios diversos, tais como: protetores de conjuntos, protetores de base, retentores de carga instalados em seus braços, e outros diversos.

O Cantilever, em casos específicos, permite a utilização de diversos tipos de planos sobre os braços para fechamento dos vãos, sendo tais planos normalmente feitos de aço inteiriço, do tipo grelha (vazados), placas de "wall" (cimentício ou fenólico), MDF, dentre outros. O apoio a estes pisos é dado pelos braços do Cantilever sob eles, os quais recebem as cargas solicitantes e as transferem para as colunas, sapatas e chumbadores.

É importante ressaltar que os nossos Cantilever's são totalmente desmontáveis, possuindo, para isso, ligações parafusadas, tornando-se, portanto, um verdadeiro ativo da empresa, haja vista que podem ser realocados em outros locais, sofrer alteração de lay-out, ser reduzido, ampliado ou mesmo vendido.

A opção mais comum para a operação do Cantilever é através do emprego de empilhadeiras, mas, não raro, tais estruturas podem trabalhar em operações manuais, obviamente com maiores restrições de carga e mesmo em seu tamanho.

Além de todas as interessantes características supracitadas, o Cantilever tem a grande vantagem de ser rapidamente montado, garantindo, por conseguinte, que o local onde ele será instalado sofra interferências pelo menor tempo possível, tudo com muita agilidade e limpeza.

Mezanino

Componentes Básicos de um Cantilever:

Elemento unidimensional, geralmente horizontal, localizado na parte inferior da coluna garante a estabilidade da estrutura e uma maior área de contato com o piso.

Elemento unidimensional, geralmente horizontal, que sustenta as cargas solicitantes.

As junções entre a coluna e o braço são realizadas através de cantoneiras ligadas aos braços e aparafusadas nas colunas. Deste modo, a montagem torna-se rápida e segura.

São elementos metálicos inseridos (normalmente em concreto) com a finalidade de garantir uma ancoragem eficaz ou apenas constituindo um elemento de fixação.

Elemento unidimensional, geralmente vertical, que garante o vão vertical dos compartimentos, fornecendo apoio às vigas.

Em alguns casos, é necessária a utilização de contraventamentos que minimizam os efeitos de esforços horizontais que a estrutura possa sofrer, reduzindo possíveis deslocamentos.

Elemento que impede a queda das cargas armazenadas na estrutura. Pode ser tanto fixo quanto removível.

Possuem as funções de fixações e ligações entre diferentes elementos que constituem um sistema. Não utilizam arruelas por terem uma área de contato maior que a de um parafuso comum.

Planos apoiados nos braços da estrutura que servem para sustentação de cargas de tamanhos variados. Podem ser planos metálicos lisos, grelhados e antiderrapantes ou planos de madeira.

Elemento que permite o armazenamento de paletes sobre a estrutura ou a divisão do armazenamento.